Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Com muito orgulho, com muito amor.

Eu, brasileiro que sou, não pude deixar de sentir orgulho de meu país ao vê-lo desbancar nomes como Espanha, Japão e Estados Unidos, na disputa por ser a sede dos jogos olímpicos de 2016. Confesso que meus olhos se encheram de lágrimas quando o anúncio foi feito. Lágrimas de orgulho. Lágrimas que meu avô e minha mãe (que assistiam ao anúncio ao meu lado) não fizeram questão de conter. Nunca havia visto meu avô chorando antes.
Ser o país escolhido para receber os dois maiores eventos do esporte mundial seguidos, com folga de apenas dois anos entre um e outro não é para qualquer um. É motivo de se orgulhar.
Com isso, novas metas são adicionadas à minha lista. Como por exemplo, finalmente conhecer a cidade maravilhosa e prestigiar os atletas desse meu Brasil no momento mais importante de suas vidas. Disputar uma olimpíada em seu próprio país não deve se comparar a nada na vida de um esportista. Isso eu nunca saberei, mas pretendo muito saber qual é a sensação de assistir a uma.

É claro que são muitas responsabilidades, mas não tenho dúvidas que o nosso Brasil vai tirar de letra. E tenho dito.

Parabéns nação brasileira pela Copa do Mundo e, agora, pelas Olimpíadas Rio 2016! Cidade Maravilhosa, aí vou eu!

Orgulho de ser Brasileiro.